Visite, Desfrute, e Divulgue o Prazer da Natureza.
Quarta-feira, 18 de Maio de 2011
Casa de António José de Almeida

 

 

 

 

A Câmara de Penacova vai "fazer uma proposta de aquisição" da casa onde nasceu António José de Almeida, que foi posta à venda, através de uma imobiliária, pelos herdeiros do antigo chefe de Estado, disse o presidente do município.

A residência, em Vale da Vinha, povoação da freguesia de São Pedro de Alva (Penacova), está "praticamente abandonada" e "bastante degradada", mas "por tudo aquilo que representa" merece ser recuperada e preservada, sustentou, em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara, Humberto Oliveira.

"Os herdeiros puseram à venda, há pouco tempo, através de uma empresa de mediação imobiliária, a casa e terreno anexo, com cerca de seis hectares, onde nasceu António José de Almeida", acrescentou o autarca.

A Câmara de Penacova admite transformar a moradia em casa museu e centro de estudos, mas "está aberta a outras ideias e sugestões", adiantou Humberto Oliveira.

Além de preservar "um património de grande significado", a transformação da casa de António José de Almeida também poderá assumir, preconiza o autarca, um importante papel de dinamização cultural e turística do concelho.

Dando continuidade ao processo desencadeado pelo anterior executivo municipal, liderado por Maurício Marques (PSD), a atual Câmara desenvolveu diligências junto dos herdeiros do antigo Presidente da República, para adquirir o imóvel, mas também sem sucesso, recordou Humberto Oliveira, eleito pelo PS.

"A casa onde nasceu António José de Almeida é, seguramente, um dos poucos edifícios que viram nascer um Presidente da I República que se mantêm de pé, apesar do seu estado de degradação", sublinhou, à agência Lusa, Luís Reis Torgal, catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Além das casas onde nasceram Teixeira Gomes (Portimão), Manuel de Arriaga (Horta, Açores) e Sidónio Pais (Caminha) -- e desta quase só resta o local onde foi edificada --, "já não devem existir outras casas de pé" onde nasceram chefes de Estado da primeira República, admite o investigador do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS 20).

A casa de António José de Almeida poderia desenvolver uma atividade "idêntica àquela que tem assumido, em Vila Nova de Famalicão, a Casa Museu Bernardino Machado", preconiza o historiador.

A moradia onde nasceu o antigo chefe de Estado, em Vale da Vinha, se vier a ser património público, deve assumir uma dimensão de centro de "investigação e de dinamização cultural e política" e não apenas relacionado com a primeira República, sustenta Reis Torgal.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Sinto-me.: Abandonada

publicado por: Carlos Ferreira às 23:52
Link do post. | Adicionar aos favoritos.
|

Mais sobre o Coiço.
Pesquisar neste blog.
 
Junho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Posts recentes.

Santo António 2016

Votos de Santo e Feliz Na...

RALLY NA BARRAGEM DO COIÇ...

O COIÇO DESEJA A TODOS UM...

O COIÇO DESEJA A TODOS UM...

Clique Aqui para Ver Todas as Fotos.

Junho 2016

Dezembro 2015

Abril 2015

Abril 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Junho 2010

Maio 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Dezembro 2008

Outubro 2008

Junho 2008

Fevereiro 2008

Novembro 2007

Outubro 2007

Agosto 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Links.
Fazer Olhinhos.
blogs SAPO
subscrever feeds